Relato de viagem

Assuntos abordados:

  • O relato de viagem a partir da perspectiva de Amyr e Marina Klink
  • O pretérito perfeito e imperfeito do indicativo no gênero relato de viagem
  • A prática de mochilar

Quem foi Amyr Klink?

“Comandante da embarcações, Amyr Klink é natural de São Paulo, filho de pai libanês e mãe sueca. Começou a frequentar a região de Paraty (RJ) com a família quando tinha apenas dois anos de idade. Essa cidade histórica do litoral brasileiro é o lugar que o inspirou a viajar pelo mundo. Casou-se em 1996 com Marina Bandeira, com quem tem as filhas gêmeas Tamara e Laura, nascidas em 1997 e a caçula, Marininha, nascida no ano 2000.”

“Em 1986 realiza a primeira de suas 15 viagens à Antártica. Na volta, começa a construção do Paratii. Com esse barco, em 1989, estreia como velejador em uma viagem em solitário que duraria 642 dias, passando sete meses e meio imóvel em uma invernagem antártica. Navega, ao todo, por 27 mil milhas – viagem descrita em Paratii, Entre Dois Pólos.”

Fonte: http://www.amyrklink.com.br/pt/biografia/

A história de Marina Klink

Animação produzida pela Garota Desdobrável, Bianca Mol, contando um pouco da história de Marina Bandeira Klink, desde sua primeira viagem ao continente Antártico, passando por sua aventuras organizando festas inesquecíveis, viagens em família e como se reinventou como fotógrafa de sucesso. Fonte: https://www.youtube.com/watch?v=dYRMIs1oXrM

Terminações do Pretérito Imperfeito do Indicativo

Primeira conjugação [-ar]

NúmeroPessoaTerminação
SingularEu-ava
Tu-avas
Ele / Ela / Você-ava
PluralNós-ávamos
Vós-áveis
Eles / Elas / Vocês-avam

Segunda e Terceira conjugações [-er / – ir]

NúmeroPessoaTerminação
SingularEu-ia
Tu-ias
Ele / Ela / Você-ia
PluralNós-íamos
Vós-íeis
Eles / Elas / Vocês-iam

A prática de Mochilar

Site com dicas, relatos e fórum:
https://www.mochileiros.com/

Casal larga tudo para mochilar pelo mundo com gêmeos:
https://catracalivre.com.br/viagem-livre/casal-larga-tudo-para-mochilar-pelo-mundo-com-gemeos/

Vamos exercitar

Identifique o pretérito imperfeito do indicativo no fragmento abaixo:

“Tínhamos esse projeto na gaveta há quase uma década. Planejávamos e economizávamos esperando o momento certo de largar tudo e tirar nosso sonhado ano sabático”, diz a médica Licieri.

Tínhamos esse projeto na gaveta há quase uma década. Planejávamos e economizávamos esperando o momento certo de largar tudo e tirar nosso sonhado ano sabático”, diz a médica Licieri.


Tivemos esse projeto na gaveta há quase uma década. Planejamos e economizamos esperando o momento certo de largar tudo e tirar nosso sonhado ano sabático”, diz a médica Licieri.

Links

Atividade

Abaixo há um fragmento do relato de viagem do usuário lobo_solitário, no site Mochileiros. Reescreva o relato passando os verbos para o pretérito imperfeito do indicativo, preservando a coerência do texto.

A seguir, um pequeno relato sobre Maceió. Estive na cidade apenas passando o final de semana (sexta a domingo) e vou relatar o que presenciei na curta estadia.

TRANSLADO

Cheguei ao aeroporto na quinta-feira, quase meia-noite, pois queria aproveitar o dia todo já na sexta-feira. O aeroporto fica em Rio Largo na região metropolitana, a cerca de 25 km da cidade de Maceió. Devido ao horário e por estar viajando com minha filha pequena, não iria procurar meios alternativos e mais baratos pra se chegar a Maceió, então peguei um Uber até a minha hospedagem em Ponta Verde, Edifício TIME.

É bem distante a viagem, levou cerca de 40 min pra percorrer 32 km até meu destino (R$ 42,00), e não havia nenhum trânsito. Então, caso alguém vá em horários de pico (indo de/para o aeroporto) já é possível tirar de base que leva-se bem mais de 1 hora, esse percurso.

A volta no domingo, de Maceió para o aeroporto, tanto o tempo de viagem quanto o valor, também foram praticamente os mesmos.

Fonte: https://www.mochileiros.com/topic/90523-relato-macei%C3%B3-final-de-semana/

Referências:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *